Guia Definitivo de Marketplaces


  • Support

    1. O que é Marketplace?

    Marketplace é um tema que tem ganhado bastante relevância no cenário nacional e internacional nos últimos anos. Talvez você já tenha ouvido ou lido este tema em algum lugar ou até mesmo já tenha comprado um produto ou visitado um marketplace na internet recentemente. Mas você realmente sabe o é que e quais são os principais marketplaces do Brasil e do mundo?
    Os Marketplaces são sites que reúnem ofertas de produtos e serviços de diversos vendedores, funcionam como um shopping center, em que é possível comparar várias opções de produtos, preços e lojas com muita agilidade.
    A principal proposta de valor dos Marketplaces é o alto nível de audiência, multiplicando o número de acessos diários da loja, devido ao alto índice de clientes que navegam pelos seus sites.
    Além disso, o marketplace se encarrega de outros fatores ,como garantir fraudes, cobrir as taxas de operadoras de cartão, manter a autoridade de SEO e preparar a “vitrine” da sua loja para converter melhor e como tudo isso é feito em grande escala, seus custos são diluídos e torna-se possível, monetizar a operação,

    1.1- Modelos de Marketplace:

    Serviços Agregados: Nesta modalidade, o marketplace oferece além da geração do lead (intenção de compra), o serviço de fulfillment. As empresas que estão iniciando suas operações ou aquelas que não possuem verba ou foco no investimento em armazém próprio (centro de distribuição) podem terceirizar esse serviço através do marketplace . O serviço se baseia em prover toda a estrutura de fulfillment para o seller, mediante um pagamento adicional pelos serviços prestados. Pelo lado do seller, ter sua operação de fulfillment realizada pelo marketplace que possui grande escala significa alocar de forma mais eficiente seus recursos. Para o marketplace, o aumento do volume pode significar diluição de custos fixos e operacionais, aumentando a margem de contribuição.

    Gerador de pedidos: Aqui, o marketplace é responsável pela (1) geração de tráfego (mídia), (2) billing e (3) gestão de fraude. O marketplace assume a função financeira do seller, cuja responsabilidade é receber apenas pedidos já gerados e aprovados para realizar o fulfillment, faturar e enviar ao cliente. Este é o modelo mais adotado no Brasil até o momento, empresas como Walmart, Extra.com, Submarino e Saraiva se utilizam dessa estratégia e devido a uma maior responsabilidade por parte do marketplace (mais serviços prestados), existe um aumento de margem de contribuição neste modelo, dada a melhor alocação dos recursos.

    1.2 - Conceitos básicos de Marketplace:
    Comissão: é a taxa cobrada pelo marketplace, em geral, sobre o volume de vendas realizados. Esta taxa poderá variar de acordo com o perfil de produto ou serviço disponibilizado pelo marketplace, bem como o grau de abertura ou curadoria do canal. Em geral, esta comissão poderá variar de meros 3,5% (Etsy – marketplace para produtos feitos a mão dos EUA) a até 30% (Uber – marketplace de motoristas dos EUA).

    Intermediador Financeiro: é a instituição de pagamento responsável por intermediar as transações financeiras realizadas entre compradores e vendedores, garantindo segurança para ambos os lados, exemplos: Moip, Pagseguro, Paypal, Bcash, Pagar.me, etc.

    Prazo de Pagamento: em geral, a maioria dos marketplaces trabalham com um prazo de pagamento que pode variar de 2 dias a até 45 dias após a postagem ou entrega do pedido. Isto porque, é necessário garantir a segurança de que a entrega será realizada e o pagamento somente será liberado após este procedimento ser encerrado com sucesso.
    Liquidez de Produtos: esta taxa considera o número total de produtos com vendas em um marketplace, e os divide pelo total de produtos geral do marketplace. Este indicador apresenta o grau de maturidade do marketplace e a probabilidade de alguma venda ser realizada. Um marketplace com uma ótima taxa de liquidez pode variar entre 25% e 60%. É comum novos marketplaces apresentarem taxas entre 10% e 15%.

    Liquidez de Vendedores: assim como a liquidez de produtos, este indicador considera o número total de lojas com vendas e divide este número pelo total de lojas geral do marketplace.

    Cauda Longa: Apresenta uma das principais vantagens do modelo de marketplace ao permitir o acesso a produtos e serviços que antes seriam inalcançáveis e/ou simplesmente nunca conhecidos.

    2. Principais Marketplaces nacionais:

    2.1 - Mercado Livre: Iniciado no ano de 1999, foi o primeiro site de comércio eletrônico da América Latina, com a ideia de oferecer um espaço, onde pessoas pudessem vender produtos usados e novos no formato de leilão. Atualmente o MERCADO LIVRE é o maior site de comércio eletrônico da América Latina e 8º mais acessado do mundo neste segmento e está presente em 13 países. Conhecido anteriormente pelo formato de vendas a leilão, o MERCADO LIVRE tem, atualmente, 97% de seus usuários vendendo a preço fixo (o famoso “compre já”). Além disso, 80% dos itens vendidos são novos.
    Site: http://www.mercadolivre.com.br/marketplace
    Exemplo: http://loja.mercadolivre.com.br/mega-mamute

    2.2 - Extra / Casas Bahia / Ponto Frio (Cnova): Com o conceito one-stop-shop, o Extra Hiper oferece, em um único local, soluções integradas de produtos e serviços com preços competitivos. Tem ampla variedade de produtos, desde alimentos, passando por eletroeletrônicos, eletrodomésticos e informática, até roupas, itens automotivos, acessórios para casa ou animais de estimação.
    Site: http://www.extra.com.br/marketplace/venda-no-extra.aspx
    Exemplo: http://www.extra.com.br/?Filtro=L512

    2.3 - B2W ( Submarino, Americanas, Shoptime): Uma das pioneiras no segmento de comércio eletrônico do Brasil, criada em 1999, após fusão com a Americanas.com virou líder neste segmento.
    Site: http://www.submarino.com.br/marketplace
    Site: http://www.americanas.com.br/marketplace
    Exemplo: http://www.submarino.com.br/lojista/Instaquadros/17715687000144

    2.4 - Walmart: Nesse modelo, varejistas oferecem milhares de opções de produto. Quando é feita a compra de um item um dos parceiros faze a entrega do produto. O processo de pagamentos e escolha é único, através do canal walmart.com.br
    Site: http://www.walmart.com.br/especial/venda-no-walmart.

    2.5 - Moda (Zattini, Dafiti, Kanui, Netshoes, Centauro): Existem alguns marketplaces voltados exclusivamente para o seguimento de roupas e acessórios. São ideais para quem quer expandir sua visibilidade e aumentar suas vendas.
    Site: www.zattini.com.br
    Site: www.dafiti.com.br
    Site: www.kanui.com.br
    Site: www.netshoes.com.br
    Site: www.centauro.com.br

    3. Principais Requisitos:

    3.1 - Mercado Livre:

    Medidas: As dimensões do produto no Mercado Livre devem ser colocadas em centímetros. Já o peso, deve estar em quilos ou gramas. É exigido que todos os produtos estejam na mesma unidade de medida e tenham um atributo especifico.

    Texto: As descrições dos produtos não possuem um limite de caracteres, mas o título não deve ultrapassar os 60. Alguns integradores de marketplace, possuem um contador de caracteres que ajuda na hora de adequar o tamanho do título no Mercado Livre. Assim, caso alguma palavra fique incompleta, para manter uma uniformidade, eles cortam a última palavra da exibição. Vale dizer que o texto aceita caracteres especiais e deve ser escrito em caixa baixa.

    Características: Especificações do produto como sua cor, voltagem, material de fabricação e demais características técnicas ou variações devem ter atributos específicos.

    Imagens: Para o zoom, as imagens devem ter resolução maior do que 800 pixels e, vale dizer que a plataforma aceita vídeos. O template é necessário para enviar produtos em formato profissional.

    Informações obrigatórias: Requer que os produtos sejam colocados em suas respectivas categorias para poder realizar o mapeamento. A marca e fabricante do produto devem constar na hora de subir o item, pois estes são atributos obrigatórios. Além disso, se houver algum certificado de loja oficial, é necessário informar o ID associado a ele.

    3.2 - Cnova:

    Imagens: As imagens a serem inseridas precisam ter um mínimo de 400 x 400 (pixels), mas se for preciso que ela ofereça a possibilidade de zoom, o tamanho mínimo deve ser de 1.000 x 1.000 (pixels). Como padrão em grande parte dos maiores canais, o fundo branco é uma exigência para a inserção de imagem, que não pode conter marca d’água e nem texto. O que deve ser exposto é o produto e não pode ter acessórios inclusos, ou seja, deve ser apresentado apenas o produto.

    Medidas: As dimensões dos itens devem ser apresentadas em centímetros, no padrão largura x altura x comprimento. Já o peso do produto será apresentado em kg (quilos) e gramas.

    Texto: Uma das formas de aumentar a visibilidade de sua loja virtual é escolher as palavras-chave corretas, desde que elas estejam dentro dos parâmetros estabelecidos. O nome do produto não pode passar de 150 caracteres, A descrição do item é obrigatória, e a Cnova permite a utilização de caracteres especiais. SKU pode ter até 18 caracteres.

    Características: Além da descrição, será preciso apresentar todas as características do produto: cor, voltagem, material (do que é feito o produto) e demais características técnicas. Marca e fabricante precisam ser um atributo.

    EAN: O código EAN não é obrigatório.

    3.3 - B2W:

    Título: A B2W aceita títulos que contenham caracteres especiais, no entanto, o texto não poderá exceder os 100 caracteres, incluindo espaços. Todo o título deverá ser escrito em caixa baixa, ou seja, sem o uso de letras maiúsculas.

    Medidas: As medidas dos produtos devem ser especificadas em centímetros e o peso em quilos ou gramas. O importante é que todos os produtos sigam uma uniformidade na informação das medidas.

    Descrição: As descrições dos produtos devem possuir até 4000 caracteres. A B2W permite o uso de tags como <br> (quebra de linha), <b> (negrito) e <p> (parágrafo). Necessário incluir a marca ou fabricante e desejável seguir instruções da fabricante na hora de criar a descrição caso haja algum parâmetro adotado por ela. Vale destacar que quanto mais detalhes uma descrição possuir, mais chances do cliente efetuar a compra.

    Características: Importante colocar especificações associadas ao produto como cor, voltagem e material, que possam ajudar o consumidor a entender melhor o produto que está adquirindo.

    Variações: Na integração da B2W, assim como as medidas de altura e largura, é importante estabelecer todas as variações do produto em tamanhos e cores disponíveis.

    Preço: Os produtos oferecidos com algumas variações precisam ter sempre o mesmo preço, não podem ser comercializados por valores diferentes (para cada uma das variações). Somente é possível estabelecer preços diferentes para eles quando são estruturados separadamente, cada um cadastrado como uma “categoria pai” (e não como subcategoria).

    Regras: A B2W não permite o uso de HTML, nem caracteres especiais. Vídeos também não são permitidos. Os textos também não podem conter aspas no início ou final. Para que haja o mapeamento correto do produto, é necessário que ele apareça vinculado a categorias específicas, traçadas por cada marketplace. O sistema precisa entender a estrutura de categorias do produto dentro do site e adaptá-la a sua própria “árvore” de categorias e produtos.

    EAN: O código EAN deve conter 13 dígitos e ser, necessariamente, válido, conforme verificação no site: http://formvalidation.io/validators/ean – Seu uso é obrigatório, exceto nas categorias de “Joias”; “Ar Condicionado”, “Moda”, “Produtos Importados” e de fabricação própria.

    Imagens: Imagens devem ter obrigatoriamente fundo branco e resolução mínima de 400 x 400 pixels, mas como é importante trabalhar a questão do zoom, as imagens deve ser de 1000 por 1000 pixels. não contendo, qualquer tipo de texto, quaisquer acessórios inclusos (além do produto em destaque) e nem marca d’água ou logo.

    3.4 - Walmart:

    Título: Deve ser escrito em caixa baixa (usando minúsculas) e não exceder os 250 caracteres.O Walmart aceita o uso de caracteres especiais no título, no entanto a escrita deve seguir os padrões de SEO – o lojista poderá solicitá-lo ao representante comercial do marketplace).

    Medidas: As dimensões devem ser registradas em centímetros e o peso em quilos ou gramas. Todos precisam estar na mesma unidade de medida para garantir um padrão.

    Descrição: Devem ser escritas em caixa baixa e com no máximo 5.000 caracteres. Permite o uso de apenas algumas tags, entre elas: <br> (quebra de linha), <b> (negrito) e <p> (parágrafo).É necessário incluir a marca e/ou fabricante do produto.

    Características: Relevante colocar atributos específicos que indiquem a cor, voltagem, material e demais características técnicas dos produtos para garantir que o consumidor saiba exatamente o que está comprando.

    Regras: É necessário que haja atributo para a URL. Vídeos não são mapeados.

    Variações: Produtos de perfumaria e cosméticos devem informar para qual parte do corpo o produto se direciona, apenas para citar um exemplo.

    Lembretes: Os produtos não serão catalogados automaticamente, portanto, é necessário contatar o Walmart ao efetuar uma nova carga de itens. Assim, a equipe de catálogo efetuará uma curadoria dos SKUs enviados.

    EAN: Deve conter 13 dígitos válidos, conforme verificação prévia (consulte em http://formvalidation.io/validators/ean).É um item obrigatório, sendo dispensado apenas em produtos de fabricação própria.

    Imagem: Requer no mínimo duas fotos. 400 x 400 (pixels), mas o ideal é que tenham 1.000 por 1.000 pixels para que o consumidor consiga fazer o zoom na hora da visualização. É obrigatório o uso do fundo branco na fotografia ou ilustração do produto.A imagem não pode ter marca d‘água, nem texto e nem acessórios que não estejam inclusos na venda (e valor venal) do produto.

    4. Processo Operacional:

    4.1 - Cadastro de parceiro: O primeiro passo é preencher o cadastro junto ao parceiro dos Marketplaces e definir em quais canais vai querer vender seus produtos e iniciar suas negociações. Existem dois formatos:
    Marketplace Aberto - São aqueles que fornecem uma plataforma para que lojistas e consumidores cadastrados façam negócios entre si.

    Marketplace Fechado – São aqueles criados por lojistas que possuem operações em lojas física e e-commerce e permite que lojistas externos vendam seus produtos no canal online do varejista. Porém, para vender nestes Marketplaces fechados, o lojista precisa ser aprovado em uma seleção.

    4.2 - Aprovação: Após o preenchimento do formulário, o seu cadastro passará por um processo de aprovação. Cada Marketplace possui um método. Alguns aprovam de forma automática, logo após o cadastro, enquanto outros fazem uma seleção rigorosa, além da possibilidade de negociar a comissão sobre vendas. Geralmente, após o cadastro e envio da documentação, o Marketplace entra em contato para dar sequência ao processo.

    4.3 - Envio de produtos e Operação: Após a aprovação do seu cadastro, é hora de enviar os dados dos seus produtos e começar a operação de vendas no Marketplace. Geralmente, essa operação acontece da seguinte forma:
    1 – Envio dos dados dos seus produtos ao Marketplace.
    2 – O Marketplace divulga os seus produtos para milhares de visitantes.
    3 – Os consumidores escolhem os produtos e realizam a compra, diretamente no Marketplace.
    4 – O Marketplace envia para você os dados dos pedidos aprovados.
    5 – A loja se responsabiliza pela entrega dos produtos e, também, pelas trocas e devoluções.
    6 – Finalmente, o Marketplace repassa mensalmente para você o valor referente às vendas do mês, recolhendo a comissão sobre vendas (negociada no processo de adesão).

    OBS: Vale ressaltar que o Marketplace não se responsabiliza por produtos vendidos fora do estoque, bem como preços diferentes do cadastrado.

    5. Documentação Necessária:

    ● Comprovante de Inscrição e Situação Cadastral perante a Receita Federal (CNPJ)
    ● Comprovante de Inscrição Estadual
    ● Declaração do regime de tributação
    ● Alvará de funcionamento do estabelecimento (localidade) que disponibilizará produtos (Como cada município expede seu próprio alvará, não há um modelo fixo para esse documento)
    ● Certidão Negativa de Débitos Tributários – Tributos Federais e Dívida Ativa da União
    ● Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas – CNDT
    ● Certidão Negativa de Débitos Previdenciários
    ● Certidão Negativa de Falência e Concordata – Estado(matriz e filiais). Como essa é uma certidão estadual, cada estado tem o seu modelo)
    ● Certidão dos Distribuidores Cíveis do Estado sede (Como essa é uma certidão
    estadual, cada estado tem o seu modelo)
    ● Certidões dos Distribuidores Criminais do Estado sede (em face dos representantes
    legais e referentes ao CNPJ do Fornecedor) (Como essa é uma certidão estadual, cada
    estado tem o seu modelo)
    ● Certidão de distribuição de ações e execuções cíveis e criminais da Justiça Federal
    (Como essa é uma certidão estadual, cada estado tem o seu modelo)
    ● Contrato/ Estatuto Social atualizado (constituição e última alteração) + Certidão
    simplificada do SINREM (obtida na Junta Comercial do estado sede)

    6. Hubs de Integração:

    A Xtech Commerce utiliza alguns hubs parceiros para auxiliar no processo de integração com os marketplaces.

    Segue o contato deles:

    http://www.hub2b.com.br
    http://epicom.com.br
    https://plugg.to
    http://www.achieveleap.com/
    http://www.allintegra.com.br/

    0_1474323424518_mktplace.png

    7. Considerações Finais:

    7.1 - Excesso de Burocracia: Marketplaces são grandes empresas que tem suas regras e grande valor de marca agregado, então seus contratos são muito bem detalhados e eles solicitam diversos documentos. Analise bem e fique ciente de todos direitos e deveres de cada uma das partes.

    7.2 - Comissões Extravagantes: Alguns marketplaces chegam a cobrar taxas de até 30% de comissão por venda, levando muitos lojistas tomarem a decisão errada e perderem dinheiro esse acordo.

    7.3 - "O cliente não é seu, é deles": A maioria dos marketplaces não passam os dados de contato do cliente como e-mail e telefone para ações diretas, gerando uma expectativa de posterior venda direta para o cliente, o que não acontece.

    7.4 - Qualidade do Conteúdo: As exigências para expor um produto são altas, exigindo bons textos de descrição e ficha técnica, além de fotos variadas e com qualidade.

    7.5 - Preço e Frete: Sua loja, estará em uma grande vitrine, porém cercado de grandes ofertas. Para todo esse trabalho valer apena e conquistar bons números, é preciso ter um preço altamente competitivo. Cuidado na regra de frete e promoções com frete. Veja isso muito bem em cada contrato.

    Créditos a @marketplaceXtech 😉



  • @Jordao-B. Texto está sem formatação. Meio ruim de ler! 😉



  • Olá @oficiallaluna

    Qual sua sugestão para melhoria na formatação?



  • @Vitor Já mudou. Estava com as tags html aparecendo junto ao conteúdo, por isso pedi a reformulação da formatação. Agora está certo! 😉



  • Ahh sim!
    Obrigadão pelo feedback @oficiallaluna



  • @Vitor como preencho este campo?
    0_1476886694765_upload-5e50e11d-cf83-40b1-ac4f-60987de7181c



  • Olá @lojaoviajante

    Tente esta:
    https://loja-o-viajante.xtechcommerce.com

    Caso não funcione, retire o https:// e tente novamente.
    loja-o-viajante.xtechcommerce.com


Log in to reply